Descubra na edição de hoje quais são os benefícios e exceções dos pagamentos instantâneos

O PIX é o nome criado para o sistema desenvolvido pelo Banco Central para a nova tecnologia de pagamentos instantâneos. Entrou no ar em 16 de novembro de 2020 e promete facilitar as transações financeiras.

Irá mudar a forma de comprar, pagar contas e transferir dinheiro.

Haverá custos para as transferências feitas pelo PIX?

O mais importante com esse novo sistema que irá mudar o nosso dia a dia é que o Banco Central determinou que o uso será gratuito para pessoas físicas e empreendedores individuais, diferente do TEC e DOC onde são cobradas taxas pelos bancos.

No entanto, fique atento para duas exceções:

1) Poderá haver cobrança de tarifa quando o cliente receber dinheiro para pagamento de venda de produto ou serviço; ou quando fizer um PIX presencialmente ou via telefone, quando os meios eletrônicos estiverem disponíveis.

2) Também os Bancos poderão aplicar taxas quando a transação for entre duas empresas tanto para que paga quanto para quem recebe, ou seja, transferências de valores entre pessoas jurídicas. Entre no seu banco ou converse com seu gerente, nos sites das instituições financeiras estão essas informações, pois as taxas cobradas nesse caso são determinadas por cada Banco.

Quais os horários e dias que o sistema irá funcionar?

Esse é o maior ganho para sociedade com esse novo sistema, todos poderão transferir e receber valores 24 horas por dia, 365 dias por ano, para você profissional de saúde, terá total flexibilidade para receber de seus pacientes, mesmo aos domingos e feriados. Em segundos o dinheiro estará na conta.

Afinal, DOC e a TED irão acabar?

Por enquanto não há essa previsão, o PIX veio para somar como mais uma alternativa, e como é mais barata e ágil que as outras formas de transferência, certamente veio pra ficar e fazer parte da vida de todos.

A ideia é que a nova modalidade não só aumente a competitividade entre as instituições financeiras como promova também uma maior proteção na experiência de uso. 

O PIX é seguro?

Segundo o Banco Central, além da disponibilidade, velocidade e conveniência, a segurança na transação é a principal característica do sistema,

Importante saber! Se você fizer um PIX mas digitar alguma informação errada e precisar cancelar, é possível apenas antes da confirmação do pagamento. Após a confirmação a transação não poderá ser cancelada. E nesse caso você deverá conversar com o recebedor para a devolução do valor pago. 

Como fazer o cadastro para utilizar o PIX?

Você precisará ter uma chave PIX cadastrando direto no seu banco, pode ser em uma ou mais instituições financeiras, é recomendável que utilize uma chave PIX diferente para cada banco.

Para a chave PIX você poderá cadastrar os seguintes dados:

– Número de celular

– CPF ou CNPJ

– E-mail

– Chave aleatória que é um código criado pelo próprio sistema PIX.

Para os seus contratos com a CliniClick, você locador, também poderá optar em receber via PIX, basta nos informar sua chave. Estamos sempre atentos às inovações e mudanças.

Selecionamos algumas matérias onde poderá ter mais informações sobre o PIX:

https://g1.globo.com/economia/video/entenda-o-que-e-e-como-vai-funcionar-o-pix-8905338.ghtml

https://tecnoblog.net/372967/como-cadastrar-o-seu-pix-com-seguranca-no-banco-e-aplicativos/

https://www.tecmundo.com.br/mercado/150513-tudo-pix-sistema-acabar-ted-doc-bandeira-cartao.htm

https://www.tecmundo.com.br/pix

 Não deixe de ler as nossas dicas e conteúdos, aqui no Sala de Espera.